SINTTEL-RS chama trabalhadores à Greve Geral do dia 14

O SINTTEL-RS participará, no dia 14 de junho, da Greve Geral convocada pelas centrais sindicais contra a reforma da previdência, os cortes na educação e o desemprego.

O Sindicato orienta aos trabalhadores da ativa e aposentados que somem nos atos e manifestações em suas respectivas cidades e convoca todos a estarem às 17 horas, na Esquina Democrática, em Porto Alegre, para o grande ato unitário dos trabalhadores, estudantes e movimentos sociais. O objetivo é fazer um forte dia de paralisação contra esta reforma que, na prática, acaba com o direito a aposentadoria e afeta a todos indistintamente: trabalhadores da ativa, aposentados, homens, mulheres, jovens, deficientes, idosos e toda a população e beneficia apenas aos patrões e aos bancos.

O movimento é também para alertar a população e cobrar dos parlamentares que não aprovem a reforma apresentada pelo governo Bolsonaro que é ainda pior que a do governo Temer e que foi barrada nas ruas, com grandes manifestações, reunindo milhares de brasileiros.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 06/2019, ou REFORMA DA PREVIDÊNCIA, modifica as atuais regras da previdência social para beneficiar os empresários, os bancos e não acaba com os privilégios como dos militares, dos políticos e dos juízes e promotores, que já estão entre os salários mais altos da previdência. Mas afeta duramente os trabalhadores e a maioria da população (cerca de 70%), que ganha em torno de um salário mínimo de aposentadoria.

Além disso, o país tem vivido um  momento de intensos retrocessos que não podem ser aceitos pela população, como cortes na educação, crescimento do desemprego, retirada de direitos, ataques ao meio ambiente, crescimento da violência, redução ou fim dos programas sociais, no geral prejudicando os setores mais pobres da sociedade.

Por tudo isso, dia 14 é   GREVE GERAL! Participe e faça sua parte. Só saia de cada se for para somar nas manifestações da greve na sua cidade e mostre que os trabalhadores telefônicos também estão na luta.

Além de participar das manifestações, a orientação e de que: não vá a nenhum mercado, farmácias, padarias, restaurante, shoppings, lotérica, banco, academia, escola/faculdade, açougues ou qualquer outro estabelecimento; também não marque consultas para essa data, não compre móvel, eletrodomésticos ou outras mercadorias; não abasteça o carro, entre outras atividades. Só saia de casa para participar das manifestações da greve. E às 17h, participe do grande ato unitário na Esquina Democrática em Porto Alegre ou dos atos em sua cidade.

Assessoria de Comunicação

12/06/2019 13:48:24

Rua Washington Luiz, 572 - Centro, Cep 90010-460 Porto Alegre, Rio Grande do Sul.