Dirigentes do SINTTEL-RS participaram, no dia 13 de janeiro, no Sindicato dos Bancários de Porto Alegre, da Plenária de organização do Fórum Social das Resistências 2020, que será realizado de 21 a 25 de janeiro de 2020 em Porto Alegre e Região Metropolitana.

Com o lema Democracia, Direitos dos Povos e do Planeta, a segunda edição do FSResistências 2020 iniciará com Marcha de Abertura, no dia 21 de janeiro,  a partir das 17hs no Largo Glênio Peres. Já no dia 22 serão realizadas as Assembleias de Convergências, cada uma em algum território da periferia de Porto Alegre ou de alguma cidade metropolitana. No dia 23 serão as Mesas de Debates com convidados nacionais e internacionais enquanto as questões elencadas nas assembleias de convergências estarão sendo sistematizadas para apresentação e debate no dia 24, quando será realizada a Assembleia dos Povos.

Nos dias 25 e  26 será realizada a Reunião do Conselho Internacional do FSM e ocorrerão várias atividades nos parques e praças da cidade, encerrando o Fórum Social das Resistências.

Inscrições

Este anos é a inscrição é feita em apenas uma ficha para todas as formas de participação no Fórum Social das Resistências.  As inscrições podem ser feitas presencialmente no SindBancários (Rua General Câmara, 424 - Centro Histórico, Porto Alegre) a partir do dia 21 de janeiro - e nos dias 22 e 23 de janeiro - das 9h às 17h.
A taxa de inscrição é de R$ 20,00 reais e o pagamento deverá ser realizado diretamente no credenciamento.
Mais informações no site forumsocialportoalegre.org.br ou entre em contato através do Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Agende-se e participe.

WhatsApp Image 2020 01 14 at 00.25.56WhatsApp Image 2020 01 14 at 00.25.57WhatsApp Image 2020 01 14 at 00.25.571WhatsApp Image 2020 01 14 at 08.09.56

Assessoria de Comunicação

14/01/2020 20:10:48

REFERÊNCIA: PROCESSO Nº 0021102-11.2015.5.04.0004 (Contribuição para o fundo de greve)

Em julho de 2019 o SINTTEL-RS publicou o boletim o Parceiro (Edição 2409) exibindo a lista dos trabalhadores que ainda não haviam recebido os valores descontados na greve da ARM em julho de 2014. Os valores permanecem à disposição na sede do Sindicato para os trabalhadores abaixo nominados (veja lista abaixo).
Os trabalhadores deverão comparecer na Sede I do SINTTEL/RS, no departamento jurídico, munidos de documento de identidade para retirar cópia do alvará e obter informações sobre em qual estabelecimento bancário e agência irão sacar o valor devido.

1- ALEXASANDRO GONCALVES TORVES
2- DANIEL DE PAULA
3- GILBERTO RIUS
4- JOSÉ AUGUSTO R. DA COSTA
5- MARCOS LUIZ ROCHO PELEGRINI
6- MAURICIO RAMOS RAMIRES
7- RICARDO MOACIR AMARAL MOREIRA
8- JAQUELINE MONTEIRO ALVES
9- JORGE MARQUES PACHECO
10- MARIA REGINA MACHADO
11- LUCAS GOMES GREGOL ARGENTA
12- ELDER SILVA DA CONCEICAO
13- THALLES DE MEDINO RODRIGUES
14- CARLOS ALEXANDRE B. MACHADO
15- DIEGO DE SOUZA
16- GUILHERME MARTINS RODRIGUES
17-ALENCAR MAGNO DOS SANTOS
18- JOSE FELIPPE DE MELO DRESCH
19- EDUARDO FARIAS SILVEIRA
20- ANGELO EDUARDO DE PAULA QUEQUE
21- LUTIANO FIGUEIRA DE OLIVEIRA
22- VANESSA FRITSCH
23- JIVAGO JACQUES BURTET
24- IGOR FIGUEIRA SOARES
25- CRISTIAN ALVES RODRIGUES
26- THOMAS DANIEL LIMA
27- MARCIO ANTONIO SILVEIRA
28- MAXIMILIANO DE ABREU
29- JOSE LUIZ RODRIGUES GIL
30- EMILIO LOURENÇO ZEFERINO
31- EDUARDO VAGNER FAO SCHLEDER
32- GUILHERME ROVATTI
33- DAVI BERGOSA DE ANDRADE
34- RONEI FERNANDES DA SILVA
35- PAULO ROBERTO MARCON
36- AMARILDO DOMINGOS ROSSET
37- VOLMAR JOSE ZANOTELLI
38- JONES DOMINGOS DE ARAUJO
39- IGOR CADAVAL BARBOSA
40- PAULO HENRIQUE IPE DA SILVA
41- LEANDRO VARGAS DA SILVA
42- LAIONEL RIBEIRO
43- FILIPE GRALA DA CUNHA
44- ALEXANDRE ALVARIZA PINHEIRO
45- TIAGO NUNES DE SOUZA
46- EDSON GARCIA DE OLIVEIRA
47- FABIANO RITTA MALAGUES IANZER
48- GILMAR OLIVEIRA DA COSTA
49- ROSSANO FERNANDO MACIEL
50- ALEXSANDRO GONCALVES PEDRA
51- PEDRO NICOLODI CAMERA
52- GILBERTO REGINALDO SIQUEIRA
53- DEBORA FLORES RODRIGUES
54- LIDIANE DE OLIVEIRA PACHECO

O reajuste dos benefícios na Fundação Atlântico em janeiro deste ano será de 4,48%. Este mesmo reajuste será concedido para quem ganha mais de um salário mínimo no INSS. Já o reajuste para quem ganha um salário mínimo ficou abaixo da inflação, em 4,1%.

Este é o resultado da política desastrosa do governo Bolsonaro para o salário mínimo, que começa a mostrar seus efeitos. A divulgação do INPC acumulado em 2019, que ficou em 4,48%, evidenciou o que os brasileiros sentem no bolso: o salário mínimo ficou abaixo da inflação e, diferente da política que vinha sendo aplicada antes da alteração proposta pelos governos Temer/Bolsonaro, vem perdendo poder de compra.

Enquanto a inflação dos últimos 12 meses ficou em 4,48%, o salário mínimo foi reajuste a partir de 1º de janeiro por 4,1%. Se fosse aplicada a inflação, o valor seria de R$ 1.043,00 em vez dos R$ 1.039,00 atuais. Este é o segundo ano consecutivo que o reajuste do salário mínimo – que baliza tambem o reajuste dos benefícios assistenciais, previdenciários, além do abono salarial e do seguro-desemprego – fica abaixo da inflação e a tendência, se for mantida a atual política do governo, é de empurrar cada vez mais para baixo.

tabela inpc

Assessoria de Comunicação

10/01/2020 17:35:06

Rua Washington Luiz, 572 - Centro, Cep 90010-460 Porto Alegre, Rio Grande do Sul.