SINTTEL-RS convida para debate sobre desmonte das NR’s dia 4 de setembro

O SINTTEL-RS convida os(as) trabalhadorea(as) telefônicos(as) para a audiência pública que irá debater o desmonte das Normas Regulamentadoras (NR’s). A atividade, chamada pelo Fórum Sindical de Saúde do Trabalhador (FSST) em conjunto com o gabinete do deputado Valdeci Oliveira (PT), será dia 4 de setembro (quarta-feira), às 9h30, no 3º andar da Assembleia Legislativa do RS.

O objetivo da audiência é debater a destruição das normas regulamentadoras que vem sendo imposto pelo governo Bolsonaro, com impacto direto na vida e na saúde dos trabalhadores.

Para o diretor de Saúde do SINTTEL-RS, Alexsander Ferreira Avaly, este debate é da maior importância para os trabalhadores, especialmente telefônicos que na sua rotina de trabalho estão expostos a diversos e graves  acidentes. “O Brasil é um dos campeões mundiais em acidentes do trabalho. O país registra uma morte por acidente de trabalho a cada 3horas e 40 minutos. Só para se ter uma ideia, de acordo com o Observatório Digital de Segurança e Saúde do Trabalho, entre 2012 de 2018 foram contabilizados 17.200 falecimentos em razão de algum incidente ou doença relacionados à atividade laboral”, diz ele lembrando que recentemente, dia 20/08, um colega telefônico somou nestas estatísticas (veja matéria aqui).

E segundo o dirigente, estes números são ainda maiores, já que muitos casos acontecem na informalidade ou são subnotificados. “A realidade é ainda pior”, ponderou ele, lembrando que o RS é o terceiro estado em acidentes com mortes, ficando atrás de São Paulo e Minas Gerais.

Manifestações

Avaly lembra que desde que o tema veio à tona, o Sindicato tem somando nas manifestações contra a destruição das NR’s, tendo participado já de encontors e atos na Esquina Democrática que protestaram contra este desmonte. A Fitratelp também está nesta luta e participou de uma audência pública na Câmara dos Deputados que trataou a questão.

O diretor destaca, no entanto, a importância dos trabalhadores se envolverem com esta discussão. “As Normas Regulamentadoras salvam vidas e não podemos permitir que as benesses que o governo quer das para os empresários sejam pagas com a nsosa vida. Por isso, é fundamental aque todos os trabalhadores protestes, participem e não aceitem acabar com medida cujo único objetivo é proteger a vida do trabalhador”, acrescentou ele, reforçando o convite para a audiência pública.

Assessoria de Comunicação

25/08/2019 11:47:23

Rua Washington Luiz, 572 - Centro, Cep 90010-460 Porto Alegre, Rio Grande do Sul.