Em tempos de pandemia, o AGOSTO LILÁS ganha ainda mais importância

Iniciativa chama a atenção para a necessidade de enfrentamento à violência contra mulher

Desde que iniciou a pandemia, a violência contra as mulheres tem crescido assustadoramente. Os casos de feminicídio, por exemplo, cresceram em praticamente todos os estados. O Acre, por exemplo, teve um aumento de 300% nos casos, Maranhão 166,7% e Mato Grosso, 150%. Apenas três estados não registraram aumento. Além do aumento da violência, as mulheres também têm tido mais dificuldade para denunciar os agressores, com as limitações impostas pela pandemia.

Neste cenário, a campanha do AGOSTO LILÁS, ganha ainda mais importância. O objetivo da campanha, instituída para divulgar a lei Maria da Penha, é chamar a atenção para a necessidade de combater a à violência doméstica contra a mulher. A ideia é conscientizar a sociedade e divulgar serviços especializados e os mecanismos de denúncia.

No entanto, apesar de ser necessário o distanciamento social e o ficar em casa, é fundamental que as mulheres continuem denunciando, buscando os canais de denúncia.

A campanha Agosto Lilás

A campanha AGOSTO LILÁS foi criada para marcar os 13 anos da Lei Maria da Penha – concebida para prevenir, punir e erradicar a violência contra a mulher. Realizado anual e nacionalmente, o Agosto Lilás tem o objetivo de fomentar a discussão sobre a violência de gênero.

A violência de gênero é a agressão exercida contra uma pessoa ou um grupo sobre a base de seu sexo ou gênero e que impacta negativamente em sua identidade e bem-estar.

Assessoria de Comunicação

10/08/2020 12:14:35

Rua Washington Luiz, 572 - Centro, Cep 90010-460 Porto Alegre, Rio Grande do Sul.