SINTTEL-RS realiza primeiro CD da sua história por videoconferência

O SINTTEL-RS realizou, dia 30 de junho, o seu primeiro Conselho deliberativo por videoconferência da história da entidade. Mas, apesar da novidade no formato, os debates e a participação não perderam para os CD’s presenciais.

Durante o encontro virtual, foram tratados temas como a prestação de contas (balanço 2019 e orçamento para 2020) da entidade, feitos relatos sobre as assembleias que estão ocorrendo, muitas delas também de forma virtual, como da Serede, Vivo, Oi, pago, Claro, Tim, CETP e Vogel. Também foi debatido um plano de lutas contra o fatiamento da OI em quatro Unidades Produtivas Isoladas (UPI), a venda de 100% de três unidades (móvel, data center e torres) e a venda de 51% da Infracom.

Outro tema que esteve nos debates foi a necessária proteção aos trabalhadores com a pandemia de coronavírus, especialmente frente ao fato de que os serviços de telecomunicações e internet são considerados essenciais e os trabalhadores continuam atuando, se expondo a Covid-19. Sobre este tema, foram relatadas as diversas iniciativas tomadas pelo Sindicato para proteção a categoria, desde ações judiciais até a distribuição de máscaras para os trabalhadores.

Um importante assunto e que está no radar do SINTTEL-RS, é o apoio ao 14º salário para os aposentados, um projeto que chegou ao Senado como Sugestão e foi encampado pelo senador Paulo Paim, virando Projeto de Lei. A proposta tem o apoio de diversas entidades, entre elas o Sindicato, a AACRT e a ASTTI.

Foram ainda tratadas a prestação de contas e assembleia do Instituto Avançar e as negociações em andamento das três Convenções Coletivas de trabalho (Operadores, prestadores e provedores).

Na avaliação do presidente do SINTTEL-RS, Gilnei Azambuja, este CD foi um marco para as entidades. “É um dia para ficar gravado na memória e no arquivo histórico do Sindicato. Todos os itens propostos foram debatidos e definidas importantes deliberações. Vencemos mais uma etapa que parecia impossível de ser realizada virtualmente. Estamos em dia om as obrigações fiscais, financeiras e políticas tanto do Sindicato, como do Instituto Avançar. Parabéns a todos pela participação e maturidade nos debates”, definiu o dirigente.

Assessoria de Comunicação

21/07/2020 12:14:19

A direção do SINTTEL-RS acompanha atentamente o avanço da pandemia de COVID-19, a doença causada pelo CORONAVÍRUS. Preocupada com os trabalhadores em telecomunicações e, também, com os do Sindicato, decidiu reduzir o horário de trabalho podendo ser reavaliado a qualquer instante, conforme evolução do estado de alerta.

O novo horário é das 10h às 16h15. Este horário é emergencial.

Reafirmamos que estamos à disposição dos trabalhadores e trabalhadoras e orientamos todos que, caso necessitem de informações ou qualquer outra questão, podem enviar email para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou por telefone, pelo número (51) 3286.9600.

Atenciosamente,

Direção SINTTEL-RS