SINTTEL-RS presente em ato em defesa da Constituição de 1988 e da democracia

Dirigentes do SINTTEL-RS participaram, dia 31 de outubro, no auditório Dante Barone, da Assembleia Legislativa, da atividade que marcou os w31 anos da promulgação da Constituição de 1988. O ato foi organizado pela Frente Ampla pelo Brasil, integrada por centrais sindicais, movimentos sociais e estudantis. O auditório lotou com representações de diversos segmentos sociais.

Chamada de “Constituição Cidadã” pelo então presidente da Assembleia Nacional Constituinte, deputado Ulisses Guimarães, ela foi feita após o final da ditadura militar (1964-1985) e é a mais abrangente e extensa de todas as anteriores em relação a direitos e garantias fundamentais, principalmente às mulheres e aos povos indígenas.

O presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo, destacou que, após o golpe de 2016, que derrubou uma presidenta reeleita com mais de 54 milhões de votos, o texto constitucional começou a ser flagrantemente desrespeitado por aqueles que deveriam zelar por ele.

 “Primeiro veio a Emenda Constitucional nº 95, que congelou os investimentos públicos em saúde, educação e assistência social por 20 anos. Depois, vieram as reformas trabalhista e da Previdência e a entrega do pré-sal e do patrimônio público. O resultado desta sequência de ataques à classe trabalhadora é um só: o desmonte da seguridade social e da soberania nacional, rasgando a Constituição”, explica o dirigente sindical.

Entre os palestrantes, estiveram nomes como o senador Paulo Paim (PT-RS), a coordenadora nacional da Auditoria Cidadã da Dívida, Maria Lúcia Fatorelli, o economista Eduardo Moreira e a presidente da União Estadual dos Estudantes (UEE), Gerusa Pena.

Assessoria de Comunicação

C/Informações da CUTRS

01/11/2019 11:43:32

Rua Washington Luiz, 572 - Centro, Cep 90010-460 Porto Alegre, Rio Grande do Sul.