Trabalhadores na CETP aprovaram nova proposta da empresa

Em assembleias realizada na quarta-feira, dia 2 de outubro, os trabalhadores da CETP aprovaram, por ampla maioria, a última proposta apresentada pela empresa.

A proposta foi conquistada depois de intensas mobilizações e da categoria ameaçar com greve, que iniciaria dia 7 de outubro, caso não houvesse avanços em relação as propostas anteriores.

A decisao pela greve havia sido tomada em assembleia no dia 19 de setembro, realizada no portão da Matriz da empresa, em Porto Alegre, quando os trabalhadores deliberaram por rejeitar a proposta apresentada pel CETP para o acordo coletivo de 2019.

Frente a decisão da categoria, no dia 23, o Sindicato realizou uma reunião com a categoria, na sede do Sindicato para tratar dos pontos que precisavam avançar.

Entre eles, estava:

1 – Pagar as horas-extras no feriado de 7 de setembro - A Empresa CONCORDOU.

2 – Pagar os tíquetes e cesta juntos, no primeiro dia de cada mês, como previsto no ACT, e não era feito assim - A Empresa CONCORDOU.

3 – Escalas normais de trabalho, sem trabalho nos domingos, as horas trabalhadas no domingo pagas como extras, com direito do trabalhador se negar a trabalhar nos domingos - A Empresa CONCORDOU.

4 – Aumentar o piso salarial (menor salário praticado) de R$ 1.080,00 para R$ 1.280,00 - A Empresa não concordou, o piso será corrigido por 5,07%.

5 – Não registrar as horas do almoço - A Empresa não concordou, tem que registrar.

6 – Melhorar o Sistema de Produção - O Sistema de Produção contínua o mesmo.

7 – Aumentar o abono concedido de R$ 400,00 para R$ 500,00, aos empregados que já eram empregados na data-base, para compensar o reajuste que não foi feito em maio - A Empresa CONCORDOU, e será pago em 15 de outubro.

8 – Manter o reajuste de 5,07% nos salários, tíquetes, locação de carro, auxílio-creche e filho especial - A Empresa CONCORDOU.

9 – A Direção do Sindicato acertou com a Empresa que todas as reclamações dos trabalhadores que chegarem no Sindicato, serão respondidas pela Empresa à entidade e quando houver erro, serão corrigidas - A Empresa CONCORDOU.

10 – O Sindicato oferecerá o plano de saúde aos novos empregados e para aqueles que ainda não têm plano de saúde - A Empresa CONCORDOU.

Agora, na assembleia desta semana, dia 2, houve entendimento que a proposta trouxe avanços e que, diante da conjuntura, era possível aprovar a mesma. Mais uma vez ficou demonstrado que quando há unidade da categoria e os trabalhadores respaldam o Sindicato, há espaço para avançar na manutenção dos direitos e conquistas para todos os trabalhadores.

Assessoria de Comunicação

02/10/2019 22:43:31

Rua Washington Luiz, 572 - Centro, Cep 90010-460 Porto Alegre, Rio Grande do Sul.