Trabalhadores da Ericsson aprovam proposta para ACT, mas rejeitam a de PLR

Os trabalhadores da Ericsson aprovaram, em assembleia realizada no dia 29 de outubro, a proposta da empresa para o reajuste salarial e demais benefícios.

Na mesma assembleia, a categoria também rejeitou a proposta de PLR. Neste caso, as negociações terão continuidade e uma nova proposta, assim que for apresentada, será levada à apreciação dos trabalhadores.

A proposta aprovada inclui:

Reajustar os salários/piso e demais benefícios com o  INPC integral (3,61%), retroativo a Agosto/18;

Reajuste Salarial 3,61%;
Piso Salarial 3,61% - R$ 1.482,62;
Auxílio Alimentação (VR) no valor de R$ 28,41, mantendo o desconto do empregado;

Auxílio Creche no valor de R$ 504,77;
Auxílio Filhos com deficiência no valor de R$ 954,00 (acompanha o salário mínimo);

Auxílio Farmácia no valor de R$ 954,00 (acompanha o salário mínimo);

Diárias - R$ 144,39, (de segunda à sexta-feira); R$ 173,73 ( sábados, domingos e feriados);

Lavagem Roupa R$ 21,14;

Manutenção das Demais Cláusulas, Regras e Condições do ACT 2017-2019.

A diretora do SINTTEL-RS, Circe Matos, destaca a importância da categoria permanecer unida, mobilizada e acompanhando as negociações agora da PLR. “Todas as decisões devem ser tomadas de forma democrática e representar de fato a vontade da maioria, mas para isso é fundamental que os trabalhadores participem das assembleias chamadas pelo Sindicato”, destacou.

Sindicalizações

Durante a assembleia, também foram apresentados os novos convênios do Sindicato, o cartão de descontos e destacada a importância da sindicalização para o fortalecimento da luta.

Assessoria de Comunicação

30/10/2018 15:09:03

Rua Washington Luiz, 572 - Centro, Cep 90010-460 Porto Alegre, Rio Grande do Sul.