Sindicato debate andamento da negociação com a Serede

Dirigentes do SINTTEL-RS estiveram na terça-feira (02), reunidos com os representantes e diretores de base na Serede, da capital e região metropolitana, debatendo e repassando as informações e a situação após a primeira reunião com a empresa para tratar a negociação.

Nos encontros, os sindicalistas também construíram um calendário de visitas aos portões das unidades da empresa, para debater a negocição, esclarecer sobre o atual momento e ouvir a categoria.

Começo difícil

De fato, a partir das reuniões com a empresa nos dias 26 e 27 de março, para negociação da renovação do Acordo Coletivo de Trabalho deste ano, a Serede propôs um reajuste, que deveria valer para  salário e demais itens econômicos já em abril, para ser pago só em de novembro. Isso deixaria os trabalhadores sem reajuste quase por 20 mess, considerando que o último reajuste foi em abril de 2018. Além disso, propôs um reajuste abaixo da inflação.

Como se não bastasse, ainda trouxeram para a negociação, itens que já foram rejeitados pelos trabalhadores, como banco de horas, entre outros, e sequer trataram da PPR.

A justificativa da empresa para esta proposta vergonhosa é, como sempre, a “crise”. Lembramos que a tal crise, só vale para os trabalhadores, porque as empresas vão muito bem, obrigada!.

O SINTTEL-RS desde já convoca os trabalhadores a acompanharem as negociações, participarem dos encontros com o Sindicato e a estarem mobilizados. Será somente com unidade e com um sindicato forte que conseguiremos fazer a empresa avançar na proposta.

IMG 20190402 WA0015

IMG 20190402 WA0018

Assessoria de Comunicação

03/04/2019 09:15:25

logo fitratelp 3 f01CUTA

Rua Washington Luiz, 572 - Centro, Cep 90010-460 Porto Alegre, Rio Grande do Sul.