COMFICA: Reunião trata da transição dos trabalhadores da Ezentis

O SINTTEL-RS esteve reunido com representantes da COMFICA, que está assumindo o contrato da TIM no RS, antes a cargo da Ezentis. Participaram do encontro, que ocorreu na quarta-feira, dia 14, a diretora Circe, os diretores Juan e Gilnei e a representante da assessoria jurídica da entidade, Dra. Ana Rita pelo Sindicato e, pela empresa, a gerente de RH, Lusanira, e a assessora jurídica, Solange. O principal objetivo do encontro foi tratar da contratação dos trabalhadores do projeto TIM que estão sendo desligados da Ezentis.

Sobre esta questão, foi informado que a posição inicial é de manter em 100% a contratação destes empregados, mantendo os salários e benefícios, plano de saúde em fase final de negociação, sem prejuízo de ficarem descobertos durante a transição. Segundo a empresa, além das 54 migrações que já ocorreram, ainda há vagas em aberto.

Ainda em relação a vagas a dirigente Circe, do SINTTEL-RS, questionou se haveria possibilidade para os que não migraram para a ABILITY serem assumidos pela empresa COMFICA, nas vagas que não forem preenchidas pelos trabalhadores na Ezentis, inclusive com o compromisso do Sindicato de divulgar estas vagas.

OUTROS ASSUNTOS

O Sindicato tratou, ainda, de outros assuntos, como o repasse do INPC da data base de agosto para o reajuste dos salários, pois a negociação com a Ezentis não foi concluída em função da transição. Conforme compromisso, o SINTTEL já enviou para a COMFICA o ACT EZENTIS, a CCT das Prestadoras e a Pauta de Reivindicações protocolada na EZENTIS para a data-base de 1º de agosto de 2022.

Quanto aos trabalhadores oriundos da Ability, a informação foi de que a Vivo já repassou o reajuste dos salários em 10,5% para os contratados da terceirizada. Além disso, o Sindicato reiterou que as cláusulas de transição da CCT das Prestadoras e as subcontratadas não devem precarizar benefícios, vantagens ou salários, além da questão Circe negociada em mediação para o cumprimento de pagamento do adicional de periculosidade.

A posição da empresa foi de cumprir e manter os benefícios e os salários assegurados pela Ezentis, além de tratarem do PCCS, não efetivado na EZENTIS, o que deve ser construído nessa referida transição para adequação e isonomia dos salários, acompanhamento das atividades e atenção à formação com CREA/CFT.

O diretor Juan, destacou a importância de atenção às questões da saúde, a negociação com os planos de saúde, as eleições para a CIPA e o processo de escolha dos representantes sindicais.

Também foram apresentados os projetos do Sindicato com o Instituto Avançar, no sentido de proporcionar formação e qualificação para os trabalhadores/as, com bolsas de estudo pelo SENAI, a serem garantidas nas negociações. O Sindicato também solicitou uma visita presencial para conhecer a base de trabalhadores/as e apresentar o Sindicato e o Instituto Avançar.

A empresa se comprometeu a analisar as colocações do Sindicato, bem como os documentos a serem enviados e uma nova reunião será agendada para os próximos dias, para continuidade das negociações.

Todas as novas informações serão repassadas aos trabalhadores. Não dê ouvidos a boatos, confie no seu Sindicato.

Assessoria de Comunicação

15/09/2022 15:16:40

logo fitratelp 3 f01CUTA

Sem título2